Visto que a China terá uma crescente exposição na mídia, por sediar as Olimpíadas deste ano, o tema proposto visa a abordar, de forma contextualizada, a importância desse gigante, não só em termos históricos, mas também no atual cenário econômico mundial.

Tema ENEC 2008

Segundo Luiz Villalta, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), "O eurocentrismo impera no ensino de História em nosso país. Os laços que temos com a África e com nações européias, como Portugal e Itália, são bem mais fortes." Assim, abordar esse tema oportunizará a contemplação de conteúdos pouco presentes no currículo escolar, uma vez que Brasil e China não possuem laços históricos e culturais significativos.

Como tema transversal, será desenvolvida a Pluralidade Cultural, pois acreditamos que um país onde "Valorizar a Educação é uma tradição desde a época do famoso filósofo Confúcio (551 - 479 a.C)" - conforme diz David Jye Yuan Shyu, da Universidade de São Paulo (USP) - tem muito a nos ensinar.